O Google Analytics é uma importante ferramenta gratuita de monitoramento de tráfego, com o objetivo de entender a audiência de sites, blogs ou lojas virtuais.


Se você tem algum negócio no mundo online e ainda não conhece este recurso, saiba que está perdendo diversas oportunidades de vendas. Afinal, esta é uma ferramenta padrão no mercado para uma boa gestão de negócios na internet.

Entretanto, o principal objetivo do Google Analytics vai além de simplesmente descobrir quantos usuários acessam o seu site: como também analisar de que maneira esses usuários se comportam ao navegar pelas diversas páginas do seu portal.

A importância do Google Analytics

A importância da ferramenta é que, com base em todas as informações coletadas por meio do Google Analytics, a agência de Marketing Digital ou o próprio dono do negócio poderão analisar se os visitantes durante um período determinado estão se comportando da maneira esperada pelas campanhas de marketing online realizadas anteriormente.

Por exemplo: pelo projeto inicial de uma determinada campanha de publicidade, a agência de Marketing Digital estipulou que o visitante ou consumidor precisa acessar a “página X” por um período de tempo, realizar a compra por meio de um “link Y” e se inscrever no site para receber as próximas novidades.

Com o Google Analytics, a agência de Marketing Digital verifica se o usuário fez exatamente tudo o que foi pensado durante o projeto inicial, e se não fez, examinará o que pode ser feito para corrigir o problema.

Portanto, nenhum administrador de site ou profissional que trabalha em agências de Marketing Digital consegue desenvolver um projeto online sem o uso desta ferramenta. O recurso é considerado o mapa ideal para quem deseja entender melhor a interação dos clientes ou dos usuários com o seu site ou com alguma campanha de marketing online.

Como é feita a configuração de Google Analytics?

A configuração do Google Analytics não é complexa, porém seu uso é minucioso, afinal, é preciso interpretar os indicadores bem como selecionar quantos sites e páginas serão monitoradas, intervalos dos relatórios (semanal, mensal, anual), dentre outros.

O primeiro passo é ter uma conta do Google, ou seja, um endereço de e-mail que apenas você utilize. Com ela, acesse a página do Google Analytics e crie uma conta. Depois de fornecer alguns dados e receber o código de acompanhamento já é possível começar a usá-lo.

O código de acompanhamento deve ser inserido em cada uma das páginas que compõem o site e basta aguardar 24 horas para dar início à coleta de dados.

Vale lembrar que o local no qual o código deve ser inserido pode variar a depender do site (WordPress, HTML, entre outros.).

A configuração de propriedades é importante para que os dados sejam enviados e os relatórios possam ser visualizados. Para cada conta é possível cadastrar até 50 propriedades, é possível aumentar essa quantidade, mas é preciso contratar os serviços da Google.

O ponto central e que deve ser compreendido quando ao Google Analytics é quanto melhor estruturado e configurado, mais preciso será o monitoramento feito por ele e, com isso, as ações de marketing são realizadas em solo mais firme, embasadas em indicadores reais.

O funil e-commerce

Este é um modelo aplicado ao marketing que visa investigar a trajetória dos consumidores que navegam na internet a fim de analisar por quais etapas eles passam até que a compra seja concretizada na loja virtual.

Porém, para além de analisar a trajetória daqueles que efetivamente compram, o funil e-commerce identifica quais fatores colaboram para que a venda seja feita e quais colaboram para a dispersão dos clientes, ou seja, quando buscam o produto, mas não compram.

A função do modelo funil consiste em entender o que faz com que os clientes comprem no e-commerce e, com essa informação, investir em estratégias para que o caminho até a venda seja feito de forma mais fácil e natural.

E também entender o que faz com que os clientes não comprem no e-commerce, e, assim, investir em estratégias para eliminar os obstáculos e incentivá-los a terminar seu percurso como compradores, ou seja, finalizar a venda.

O funil e-commerce pode ser dividido em 3 partes. São elas:

1. Boca do funil ou antes de chegar ao e-commerce

Para ‘levar’ o cliente até seu site é preciso que ele seja visto pelos internautas. É interessante colocá-lo nas primeiras opções de resultado de buscadores, criar anúncios em redes sociais, uso de palavras-chaves, etc.

2. Meio do funil ou a chegada ao e-commerce

Pronto, você criou conteúdos atrativos, pesquisou palavras-chaves, elaborou e veiculou anúncios e o cliente finalmente está navegando em sua loja virtual. Agora é preciso fazer descrições claras sobre os produtos, formas de pagamento, frete e envio, políticas de troca, dentre outros temas relevantes ao consumidor. Além de criar sites organizados, com aparência profissional e tags para facilitar a localização dos produtos.

3. Fim do funil ou a finalização da compra

Fazer melhorias no site, facilitar a localização dos botões, oferecer novas formas de pagamento, enviar cupons de desconto e lembretes no e-mail do cliente são apenas algumas das estratégias que podem ser efetivadas com grande sucesso.

Aplicando as técnicas com profissionalismo

O funil E-commerce é um modelo voltado ao mapeamento do comportamento dos consumidores antes mesmo de chegar à loja virtual e ele demanda tempo e dedicação para identificar a trajetória dos clientes e criar estratégias que os impulsionam.

Por isso, firmar parceria com uma agência de marketing digital é o melhor caminho para pôr em prática essa e outras ações.

Na Attri você pode acompanhar em tempo real todas as ações implementadas por meio de relatórios e métricas de desempenho, que são transformados em indicadores e norteiam as ações de marketing para garantir seu alcance e êxito.

Fique por dentro de tudo que rola no mundo da tecnologia e usabilidade
Receba artigos de especialistas em UX aplicada à tecnologia, com todas as novidades da área.
Basta deixar seu e-mail abaixo.
Obrigado! Sua inscrição foi realizada com sucesso!
Ops! Algo deu errado na tua assinatura. Tente novamente!
Attri

Instagram Ads

Marketing Squad

Attri

Google Tag Manager

Marketing Squad